Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Chegada do ano novo deixa muita sujeira no entorno do Lago Aratimbó

Compartilhar:
2 de jan de 2019 Servidores Municipais
Imagem Chegada do ano novo deixa muita sujeira no entorno do Lago Aratimbó
Chegada do ano novo deixa muita sujeira no entorno do Lago Aratimbó

A virada do ano deixou um rastro de sujeira e perigo no entorno do Lago Aratimbó. Passada a euforia da recepção ao ano novo, o que sobrou sobre a grama foi muito lixo, embalagens vazias e o que é pior: centenas de garrafas de vidro, muitas delas quebradas, oferecendo riscos para a população. A Secretaria Municipal de Serviços Públicos precisou organizar um grande grupo de servidores para providenciar a limpeza, iniciada logo na manhã desta quarta-feira, 2.

Mesmo em período de recesso administrativo na Prefeitura, o secretário municipal de Serviços Públicos, José Guimarães de Melo, acompanhou a tarefa e ajudou os servidores. “É lamentável ver um quadro desses logo após uma festa bonita que foi a virada do ano. Prevendo que isso poderia ocorrer, nos antecipamos e providenciamos contêineres para a população descartar o lixo, porém poucos tiveram esse cuidado. A maioria jogou sacos plásticos, garrafas PET e de vidro na grama, nas calçadas, pista de caminha e até nas ruas do entorno do lago”, disse o secretário.

A manhã foi de muito trabalho para os servidores, que amontoaram as garrafas e a sujeira para o recolhimento, que encheu vários sacos de lixo de grande capacidade – totalizando mais de 800 quilos. O prefeito Celso Pozzobom também lamentou a situação, lembrando que “a falta de educação e preocupação com o ambiente, por parte de alguns, acaba prejudicando a maioria”.

“Diariamente recebemos reclamações da população por causa do lixo descartado de forma irregular em Umuarama. No passado, realizamos o projeto Bairro Saudável, que percorreu todas as regiões da cidade recolhendo mais de 520 toneladas de lixo, mas ainda tem gente jogando resíduos nas vias públicas. Essa prática atenta contra o código de posturas do município e é passível de multa”, lembrou o prefeito.

A dificuldade é realizar o flagrante, para que os responsáveis sejam punidos, mas o setor de fiscalização da Prefeitura está atento. O secretário Guimarães informou ainda que no ano passado a coleta de lixo domiciliar atingiu 23,6 mil toneladas e de resíduos recicláveis foram 4.069 toneladas. “Apesar de todo este trabalho para manter a cidade limpa, infelizmente ainda nos deparamos com cenários como este, no Lago Aratimbó, nos mostrando que ainda falta muita educação e respeito por parte da população”, apontou. “Essa é uma despesa que o município não teria, se a comunidade usasse de bom senso e descartasse os resíduos no local adequado”, finalizou.

 

Fotos: clique aqui

Crédito: Divulgação/ PMU