Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Metrologistas do Ipem-PR aferem taxímetros em verificação de rotina

Compartilhar:
16 de ago de 2022 Umutrans
Imagem Metrologistas do Ipem-PR aferem taxímetros em verificação de rotina
Metrologistas do Ipem-PR aferem taxímetros em verificação de rotina

Técnicos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná (Ipem-PR), com apoio da Divisão de Transportes de Passageiros da Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito e Mobilidade Urbana (Sestram), estiveram em Umuarama para aferir os taxímetros utilizados por toda a frota de táxis que atendem o município, na manhã desta terça-feira, 16.

Uma base foi montada pela equipe na avenida Padre Orlando Busato, no Parque Bonfim, onde foi demarcada com cones um trajeto de 1 mil metros sem redutores de velocidade para a medição da confiabilidade dos aparelhos. O trabalho começou às 13h30, seguiu até as 17h e continuará nesta quinta-feira, 17, das 8h30 às 12h. O procedimento foi determinado pela portaria 025/2022, do Ipem-PR.

“Após a verificação, e estando tudo de acordo, o taxista recebe o selo de certificação do órgão com validade até o final de 2023. A conferência permite apurar se o instrumento marca corretamente a distância percorrida no transporte de passageiros para que a cobrança seja feita devidamente, conforme a tabela fixada pelo decreto 153/2022, que estabelece os valores de tarifas dos serviços de transporte individual de passageiros no município de Umuarama”, disse o chefe da Divisão de Transportes, Juracy Antonio Narcizo.

Além dos técnicos metrologistas Luiz Flávio Bueno Santos e Vilson José Alves Júnior, do Ipem-PR, responsáveis pela aferição e certificação dos taxímetros, um técnico autorizado pelo órgão também ficou à disposição dos taxistas para instalação do equipamento na avenida Dr. Ângelo Moreira da Fonseca – no local onde é realizada a feira do produtor, ao lado do Estádio Lúcio Pipino.

Umuarama tem 35 taxistas regularizados e a Sestram tem acompanhado a atividade do setor, atuando na orientação e fiscalização ao lado do Ipem-PR. “Recomendamos que os usuários solicitem a cobrança de acordo com a indicação do taxímetro e denunciem – pelo telefone 153 ou diretamente à autoridade policial – caso o equipamento não esteja sendo utilizado pelos taxistas ou desconfie de cobranças abusivas”, orientou o secretário da Segurança, Trânsito e Mobilidade, Elizeu Vital da Silva.

O secretário acrescentou que, caso alguma irregularidade seja apontada na vistoria dos instrumentos, o taxista deve regularizar a situação e ser submetido a uma nova aferição, desta vez na sede do Ipem-PR em Maringá. “Dependendo do que for apurado, o profissional pode inclusive ser autuado e receber multa. O importante é prestar um serviço de qualidade e com a tarifa justa, conforme determina o decreto 153/2022”, completou Vital.

O decreto estabelece os seguintes valores de tarifas para os serviços de táxi no município: bandeirada – R$ 7,56; por quilômetro rodado, bandeira 1 – R$ 5,46; bandeira 2 – R$ 6,04; por hora parada – R$ 37,74; por fração de hora parada – R$ 6,34 a cada dez minutos ou fração acima de cinco minutos.

Visualizar imagens Flickr