Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Estrada Jurupoca deve ser pavimentada com mão de obra própria do município

Compartilhar:
9 de fev de 2022 Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos
Imagem Estrada Jurupoca deve ser pavimentada com mão de obra própria do município
Estrada Jurupoca deve ser pavimentada com mão de obra própria do município

Por determinação do prefeito Hermes Pimentel, a pavimentação da Estrada Jurupoca finalmente deve sair do papel e será feita com mão de obra própria, o que deve baratear os cursos da obra em mais de 30%. Em conversa com a equipe técnica nesta semana, o prefeito optou pela execução com equipe e equipamentos da Prefeitura para agilizar o serviço, depois que a empresa vencedora da licitação (de Manaus-AM) não aparecer para realizar a obra.

“Além da morosidade típica no caso de um novo processo licitatório, fazer essa pavimentação com nossa própria equipe trará grande economia de tempo e dinheiro. O pessoal da Secretaria Municipal de Obras tem asfaltado diversas ruas da cidade com ótima qualidade, basta ver por exemplo o novo acesso ao aeroporto”, afirmou Pimentel.

O próximo passo é adquirir os materiais necessários, revisar o projeto e colocar as mãos à obra. A pavimentação asfáltica pode ser feita em massa asfáltica usinada a quente (o chamado CBUQ) ou por outro processo, como o utilizado na Estrada Pioneiro (estrada velha de Lovat), que é o tratamento superficial triplo (TST), executado em camadas de revestimento do pavimento constituída por três aplicações de ligante asfáltico, cada uma coberta por camada de agregado mineral (brita de diferentes bitolas) e submetida à compressão.

A Estrada Jurupoca tem extensão de 3.320 metros (21.424,94 m² além de galerias pluviais e bocas de lobo), partindo da rodovia PR-580 (que liga Umuarama a Serra dos Dourados e Ivaté), e fica dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Piava. Ela é utilizada por dezenas de moradores da zona rural e pequenos agricultores – incluindo criadores de gado de leite –, para o escoamento da produção agropecuária, acesso a áreas de lazer e à Capela Imaculada Conceição, da Paróquia São Francisco de Assis.

Pelo preço licitado, a obra receberia o investimento de R$ 1.423.652,98 e a vigência do contrato expirou nesta quarta-feira, 9, sem que a empresa responsável enviasse pessoal e equipamentos para a execução. Utilizando mão de obra própria, o custo baixaria para cerca de R$ 1 milhão, em preços da época da licitação.

“Temos plenas condições de executar o serviço, com a mesma qualidade e capricho, para atender bem aos moradores e produtores daquela região. A pavimentação de estradas rurais é uma ação que pretendemos continuar em nossa administração, dependendo da disponibilidade de recursos”, completou o prefeito Pimentel.

Visualizar imagens Flickr