Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Veículos do transporte escolar devem passar por vistoria

Compartilhar:
19 de jan de 2022 Umutrans
Imagem Veículos do transporte escolar devem passar por vistoria
Veículos do transporte escolar devem passar por vistoria

Proprietários de veículos que fazem o transporte escolar remunerado em Umuarama devem renovar a autorização para que possam atuar no primeiro semestre do ano letivo de 2022, que começa oficialmente dia 7 de fevereiro. A inspeção veicular será feita entre os dias 24 e 28 de janeiro na Umutrans (Diretoria de Trânsito de Umuarama).

Estavam registrados na Prefeitura 19 veículos aptos a prestarem serviço de transporte remunerado, porém, com a pandemia de coronavírus, vários motoristas ficaram sem condições de renovar. “Neste ano vamos ter a retomada dos trabalhos e por isso estamos aguardando que os transportadores procurem a Umutrans para essa regularização. A validade dessa liberação é de seis meses. Caso o motorista não regularize a situação do veículo até a data estipulada, ele poderá perder o alvará, que o impedirá de exercer a atividade. A vistoria é obrigatória, conforme estabelecido no Código Brasileiro de Trânsito”, alerta Elizeu Vital da Silva, secretário municipal de Defesa Social.

Ele conta que para realizar o transporte escolar em Umuarama é preciso a atualização do cadastro e a aprovação em vistoria veicular. “São exigidos equipamentos obrigatórios estipulado em lei, como cinto de segurança para todos os ocupantes, extintor de incêndio, pneus em boas condições, retrovisores externos adequados, tacógrafo e seguro em dia (quitado, não apenas em proposta), entre outras exigências”, pontua.

O secretário relata que para a renovação da vistoria é obrigatória a apresentação dos documentos dos veículos, do proprietário, do condutor e do auxiliar. “Fazemos uma inspeção bastante rigorosa como forma de garantir a segurança dos alunos e dos próprios profissionais que trabalham com o transporte remunerado. Nossa recomendação aos pais de alunos que pretendem contratar os serviços de transporte de escolares que optem apenas por quem tem a ficha de vistoria aprovada”, adverte.

Ele acrescenta que todos os veículos de transporte de escolares autorizados a trabalhar no município devem exibir um selo de vistoria, renovado semestralmente. “Sem esse selo, o veículo é considerado irregular, clandestino, e passível de notificação e apreensão, sem contar outras penalidades que podem ser aplicadas pelas autoridades de trânsito”, pontua.