Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Umuarama busca conquistar certificação do Ministério da Saúde sobre eliminação da sífilis

Compartilhar:
14 de set de 2022 Saúde
Imagem Umuarama busca conquistar certificação do Ministério da Saúde sobre eliminação da sífilis
Umuarama busca conquistar certificação do Ministério da Saúde sobre eliminação da sífilis

A Comissão Nacional de Validação (CNV), do Ministério da Saúde, responsável por expedir a Certificação da Eliminação da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis da mãe para o bebê, chegou nesta quarta-feira (14) a Umuarama para iniciar um trabalho de certificação do município, um dos únicos do Brasil a ter a chance de receber o Selo Prata de Boas Práticas. Os técnicos vão analisar as iniciativas da Secretaria Municipal de Saúde no fortalecimento de ações de prevenção, diagnóstico, assistência e tratamento das gestantes e crianças.

A CNV foi recebida pelo prefeito Hermes Pimentel, representantes da 12ª Regional, do Conselho Municipal e da Secretaria de Saúde e fica na cidade até a próxima sexta-feira (16), após uma série de encontros, entrevistas, fiscalizações e análises técnicas em alguns eixos exigidos pelo Sistema Único de Saúde, como serviços (assistência básica, maternidades, média e alta complexidade), vigilância em saúde (produção de dados em saúde, controle epidemiológico dos agravos) e a participação social (ouvidoria e conselhos).

O secretário de Saúde, Herison Cleik da Silva Lima, conta que os técnicos do MS vão visitar as unidades básicas Cohapar II (São Cristóvão) e Cidade Alta, a Vigilância Epidemiológica, o Laboratório, o Centro Regional Mãe Paranaense, a Maternidade Municipal, o PA e o Ambulatório de Infectologia, entre outros. “É com muito orgulho que caminhamos para mais essa importante certificação. Já conquistamos a certificação – e a recertificação – no que diz respeito à transmissão vertical do HIV e agora vamos acrescentar a sífilis, graças a um trabalho feito com muita dedicação por todos os profissionais que compõem a Rede de Proteção”, observou.

Lilian Nobre de Moura, médica que atua com DST/Aids em São Paulo e compõe a CNV, elogiou o trabalho realizado até agora por Umuarama. “Além de São Paulo e de Curitiba, apenas Umuarama conquistou a certificação da transmissão do HIV vertical. A estrutura que encontramos aqui é motivo de orgulho para nós, que representamos o Ministério da Saúde, em um trabalho de proteção às mães e às crianças”, afirmou.

Ela acrescentou que a intenção do governo federal é reconhecer os esforços da gestão local e das equipes de saúde em eliminar a transmissão do vírus e aumentar o acesso à testagem e ao tratamento para mulheres grávidas infectadas. “Todas as análises, documentos e relatórios serão entregues à Equipe Nacional de Validação (ENV), com a finalidade de reforçar as medidas preconizadas para monitoramento dos indicadores e manutenção da certificação, incluindo a reavaliação dos indicadores de impacto e de processo, conforme a realidade local”, detalhou.

Além dos representantes do Ministério da Saúde, também participaram da reunião o secretário municipal de Saúde, Herison Cleik da Silva Lima, a diretoria da 12ª Regional de Saúde, Viviane Herrera Ufemea, a coordenadora do Ambulatório de Infectologia, Maria de Lourdes Gianini, chefes, coordenadores e diretores de divisões do setor de saúde no município, como Vigilância em Saúde, Atenção Primária, Vigilância Epidemiológica, Laboratório, Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis, Rede Mãe Paranaense, Maternidade Municipal, Assistência Farmacêutica e Pronto Atendimento Municipal, além da presidente do Conselho Municipal de Saúde, Angela Biazon.

 

Visualizar imagens Flickr