Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Zona de processamento de exportação é alternativa viável para o desenvolvimento

Compartilhar:
9 de out de 2017 Qualidade de Vida
Imagem Zona de processamento de exportação é alternativa viável para o desenvolvimento
Zona de processamento de exportação é alternativa viável para o desenvolvimento

 Com apoio do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a Prefeitura de Umuarama está iniciando o processo para implantação de uma das primeiras ZPEs (Zonas de Processamento de Exportação) do Paraná. O secretário de Indústria, Comércio e Turismo do município, Douglas Bácaro, lembra que por falta de incentivos o Estado vem perdendo algumas indústrias para o Paraguai, o que causa impacto na economia regional.

A ZPE seria uma das formas de conter este processo. Por isso, a alternativa foi discutida em recente visita a Brasília, no ministério, e o assunto foi tratado com a comunidade local na última quinta-feira, 5, em reunião no auditório do Paço Municipal, em Umuarama. Além do prefeito Celso Pozzobom, empresários e lideranças locais, participaram o coordenador-geral de Análises e Projetos da Secretaria-Executiva do Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (SE-CZPE), Amós Batista de Souza, e o coordenador geral da área junto ao MDIC do governo federal, Delphino Pires de Souza Júnior.

Para Pozzobom, a região de Umuarama precisa organizar o setor produtivo e aproveitar as oportunidades que surgem para consolidar o desenvolvimento. E as ZPEs são uma alternativa viável e promissora. “Nossa Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo tem buscado ferramentas para promover esse crescimento, trazer alternativas aos empresários e atrativos para novos empreendimentos. Sabemos que esses frutos não serão colhidos no curto prazo, mas unindo parceiros determinados e realizando um bom planejamento, no futuro poderemos expandir a exportação da nossa produção, gerando empregos e divisas para toda a região”, destacou.

Os técnicos do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços apresentaram a ideia das ZPEs e falaram sobre os procedimentos necessários para a criação, além de mostrarem aos empresários presentes as possibilidades dessa vertente e a participação de cada parceiro envolvido no processo. “Eles trouxeram dados concretos e realistas sobre as exportações, descreveram como funcionam as zonas de processamento e detalharam o rito processual para a instalação”, explicou Bácaro.

O secretário acrescenta que o próximo passo é instalar um grupo de trabalho para avançar neste projeto, firmando parceria entre a Prefeitura, o governo do Estado – via Agência de Desenvolvimento do Paraná (ADP) – entidades e instituições que representam os empresários e o governo federal. Além do prefeito Celso Pozzobom e do secretário, o encontro reuniu representantes da Secretaria de Planejamento e Coordenação-Geral do Estado, Agência Paraná de Desenvolvimento, Conselho de Desenvolvimento de Umuarama (CDU), Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (Aciu), Sistema S, instituições de ensino superior, Câmara de Vereadores, secretários municipais e empresários, proprietários de áreas pretendidas para implantação da ZPE.

“A exportação é um caminho viável para o desenvolvimento socioeconômico. Para Umuarama conquistar uma fatia do mercado externo, impulsionando empresas locais e atraindo novos empreendimentos para o município, devemos investir na criação da ZPE e também na qualificação das nossas empresas. Com os incentivos destinados à exportação, conseguiremos estimular essa alternativa para as nossas empresas e, com certeza, atrair mais investidores”, finalizou o prefeito Celso Pozzobom.