Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Preço da gasolina em Umuarama cai mais 8% em menos de 10 dias

Compartilhar:
15 de jul de 2022 Procon
Imagem Preço da gasolina em Umuarama cai mais 8% em menos de 10 dias
Preço da gasolina em Umuarama cai mais 8% em menos de 10 dias

O preço dos combustíveis em Umuarama novamente apresentou redução, conforme demonstra a mais recente pesquisa divulgada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Umuarama nesta sexta-feira (15). A gasolina, que no dia 5 de julho custava em média R$ 6,19, agora está em R$ 5,70 – uma queda de 7,9%. Já o preço do etanol, que custava em média R$ 4,58 na pesquisa anterior, agora está em R$ 4,39 – redução de 4% no período.

O secretário do Procon Umuarama, Deybson Bitencourt, observa que no levantamento do dia 5, o óleo diesel havia apresentado um aumento médio de 10%, agora, na pesquisa realizada entre os dias 13 e 14, foi registrada uma discreta redução de 0,4% – caiu de R$ 7,34 para R$ 7,31. “A redução no preço do diesel foi menor porque os impostos federais já estavam zerados e a alíquota do ICMS já estava inferior ao teto, por esse motivo o recuo foi menor”, detalhou.

Bitencourt refere-se à lei do Governo Federal, sancionada no dia 22 de junho, que limitou em 18% a alíquota do ICMS nos estados, como forma de exatamente conseguir reduzir os preços dos combustíveis nas bombas. “Desde o dia 11 de julho o Procon fiscaliza se os postos apresentam ao consumidor os preços cobrados no dia 22 de junho e o preço atual, para que o cidadão fique seguro que a redução realmente foi aplicada na cidade”, explica.

A gasolina mais barata na cidade é encontrada a R$ 5,57 e a mais cara a R$ 6,19, uma diferença de 11,1%. O etanol mais barato custa R$ 4,29 e o mais caro a R$ 4,89, uma diferença de 14%. Já o diesel mais em conta é encontrado a R$ 7,06 e o mais caro a R$ 7,69, uma diferença de 8,9%. “Diante desses dados, é válido indicar que continua sendo melhor abastecer com gasolina, já que a autonomia do carro é 30% menor com etanol e, para ser vantajoso, sua utilização o preço do litro precisa também ser 30% menor – e no caso de Umuarama a diferença é de 22,9%)”, pontua Bitencourt.

 

 

Visualizar imagens Flickr