Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Gasolina mais barata de Umuarama custa R$ 4,79 e mais cara sai a R$ 5,29

Compartilhar:
9 de set de 2022 Procon
Imagem Gasolina mais barata de Umuarama custa R$ 4,79 e mais cara sai a R$ 5,29
Gasolina mais barata de Umuarama custa R$ 4,79 e mais cara sai a R$ 5,29

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Umuarama, acaba de divulgar a mais recente pesquisa de preços dos combustíveis praticados no município. De acordo com o estudo, divulgado na tarde desta sexta-feira (9), a gasolina mais barata é encontrada a R$ 4,79 e a mais cara a R$ 5,29 – uma diferença de 10,4%.

A menor variação entre preços foi identificada no óleo diesel, que custa entre R$ 6,39 e R$ 6,89 – uma diferença de 7,8%. “Porém, no preço do etanol, nossa equipe de pesquisa registrou a maior variação entre os preços, com o litro mais barato sendo encontrado a R$ 3,35 e o mais caro a R$ 3,89, uma diferença de pouco mais de 16%”, observou o secretário Deybson Bitencourt Barbosa.

O preço médio da gasolina na cidade é de R$ 4,98, do etanol R$ 3,60 e do diesel R$ 6,61. “Considerando os preços médios praticados no mês anterior, registramos queda considerável nos preços desses três combustíveis: a gasolina caiu 7,4%, o etanol 11,9% e o diesel 7,6%. E o estudo indica que continua valendo a pena abastecer com gasolina, já que a diferença está em 72,2%, ou seja, como a autonomia do veículo com álcool é 30% menor, para ser vantajosa sua utilização, o preço do litro também deve ser 30% menor”, detalha o secretário.

 

GÁS DE COZINHA

O preço do botijão de 13 quilos de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), popularmente chamado de gás de cozinha, registrou uma pequena alta de 0,74%, conforme pesquisa realizada também pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Umuarama. Em agosto, o preço médio do produto era de R$ 117,88 e agora, em setembro, está em R$ 118,75.

A partir deste mês, a pesquisa do Procon traz dois tipos de informação sobre os preços praticados pelas revendedoras de gás: um para o produto retirado no local e outro incluindo a taxa de entrega. “O botijão mais barato foi encontrado a R$ 93,50 (para retirada) e R$ 110 (com taxa de entrega). Já os mais caros foram encontrados a R$ 125 (para retirada) e R$ 130 (para entrega). Para as famílias que querem economizar, é preciso sempre pesquisar”, indica o secretário.

 

 

PROCON – PESQUISA DE PREÇOS – COMBUSTÍVEIS. Clique aqui.

 

PROCON – PESQUISA DE PREÇOS – GÁS DE COZINHA. Clique aqui.