Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Com bom desempenho da indústria, Umuarama se destaca na geração de empregos

Compartilhar:
29 de jun de 2022 Indústria, Comércio e Turismo
Imagem Com bom desempenho da indústria, Umuarama se destaca na geração de empregos
Com bom desempenho da indústria, Umuarama se destaca na geração de empregos

Umuarama fechou mais um mês com saldo positivo na geração de emprego, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia do governo federal. Mais que isso: a cidade registrou o sexto melhor saldo em todo o Paraná e manteve o crescimento médio acima das médias do Estado e do país. Puxado pelo ótimo desempenho do setor industrial, o saldo da Capital da Amizade ficou positivo em 463 empregos em maio de 2022.

Num mês em que o comércio teve saldo negativo de 21 empregos (foram 490 contratações com carteira assinada e 511 demissões), o bom desempenho foi garantido pelos setores da indústria – onde foram contratados 837 trabalhadores e demitidos 389 (saldo positivo de 448) – e da construção civil (93 contratados e 60 demitidos, saldo de 33). Em números globais, as empresas de Umuarama contrataram 1.863 trabalhadores, enquanto 1.400 profissionais foram desligados – daí o saldo de 463 empregos.

Com o resultado, Umuarama ficou bem à frente das grandes cidades da região Noroeste – Campo Mourão foi 9º lugar no Estado, com 257 empregos de saldo; Paranavaí ficou em 15º, com 166; e Cianorte ocupou a 24ª colocação, com 125. No ranking estadual, a cidade ficou atrás apenas de cidades muito maiores como Curitiba (3.663 de saldo), Londrina (911), Maringá (683) e Cascavel (613), e posicionou-se bem próximo de Toledo (491).

O desempenho de Umuarama foi melhor em maio, ainda, do que cidades com um estoque bem maior de trabalhadores empregados – casos de Colombo (409 de saldo), São José dos Pinhais (374), Foz do Iguaçu (224), Arapongas (163) e Ponta Grossa (156). Conforme os dados do Caged, o estoque de empregados na cidade, no mesmo mês, foi de 32.059 trabalhadores formais.

“Além disso, existe a informalidade (sem dados disponíveis) e temos ainda milhares de microempreendedores individuais ativos, que formam uma massa de trabalho bem acima dos números oficiais”, informou o secretário municipal de Indústria e Comércio, Marcelo Adriano Lopes da Silva.

O prefeito Hermes Pimentel destacou que o saldo de maio foi também o maior dos cinco meses de 2022. “O mercado de trabalho segue consolidado em Umuarama. Mesmo num mês ruim para o comércio, a soma de trabalhadores contratados ficou bem acima do número de demitidos, o que mostra a solidez da nossa economia e confirma a tendência de recuperação dos efeitos que o setor produtivo sofreu durante a pandemia”, avaliou.

“Podemos observar nas ruas da cidade que as empresas estão contratando e a indústria vive um bom momento. Hoje, por exemplo, temos 234 vagas de emprego abertas na Agência do Trabalhador”, completou o prefeito.

O gerente da agência, Reginaldo Barros, complementa que Umuarama ocupou em maio a 14ª colocação do Estado em volume de admissões (1.863), porém o destaque maior se dá justamente pela manutenção da maioria desses empregos. “Isso é resultado de vários fatores, entre os quais a qualificação dos trabalhadores. Com o apoio do prefeito Pimentel, temos investido bastante em cursos profissionalizantes, contratados pelo município ou em parceria com instituições como o Senac, Sesi e Senat e também a Casa do Empreendedor e o Sebrae”, emendou.

Em parceria com o Senai, por exemplo, em breve serão disponibilizados cursos de assistente administrativo (educação de jovens e adultos com qualificação profissional), costureiro de máquina reta e overloque e estofador de móveis (qualificação), informática básica e introdução a controlador lógico programável (aperfeiçoamento profissional).