Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Professores recebem formação sobre método que auxilia na alfabetização

Compartilhar:
25 de nov de 2022 Educação
Imagem Professores recebem formação sobre método que auxilia na alfabetização
Professores recebem formação sobre método que auxilia na alfabetização

A Secretaria Municipal de Educação está promovendo uma formação para os profissionais que trabalham nas salas de recursos multifuncionais da rede municipal sobre o Método Abacada, uma metodologia de ensino que auxilia na alfabetização, especialmente de crianças com dificuldades de aprendizagem.

O método leva o estudante a associar sílabas a imagens e, posteriormente, uma sílaba à outra, simplificando o número de combinações na junção entre vogal e consoante. Por isso a metodologia trabalha uma vogal de cada vez. “Esse método foi desenvolvido pela professora Cláudia Mara Silva, de Curitiba, e aplicado por ela na alfabetização de deficientes intelectuais e pessoas com dificuldades de aprendizagem. Ele tem por base métodos já existentes, como o Fonético e Sodré, e torna as atividades de alfabetização interessantes e prazerosas para que a aprendizagem aconteça de maneira mais ativa”, explicam as coordenadoras da Educação Especial, Maria de Lourdes Castanha de Freitas e Ângela Pinto Tavares Baccarin.

A formação reúne coordenadoras pedagógicas e professores que atuam na Educação Especial, que tiveram um encontro on-line em 21 de setembro para o primeiro contato com o método, conhecimento dos materiais e da forma de trabalhar com os estudantes.

A Secretaria de Educação adquiriu os materiais necessários e, nesta sexta-feira, 25, os profissionais da Educação Especial tiveram um encontro presencial no Centro Municipal de Desenvolvimento e Pesquisa em Educação (CMDPE) com a professora Cláudia Silva para aprenderem a aplicar o material com os estudantes.

“A professora mostrou, na formação, que através desse método o aluno vivencia as tentativas, a troca e a tolerância de erros para que desenvolva os esquemas de conhecimento de observação, identificação, comparação, classificação e conceituação, para assim, aprender”, acrescentou a secretária municipal da Educação, Mauriza de Lima Menegasso.

No encontro foram apresentados o material didático, apostilas e os jogos adquiridos pelo município. A formadora também apresentou exemplos sobre como alfabetizar estudantes com deficiência intelectual com jogos pedagógicos.

A coordenadora geral Elisangela Reis e a coordenadora da equipe pedagógica, Patrícia Abucarma, pontuam que o aprendizado acontece de forma sistemática, ordenada e progressiva, respeitando a habilidade e dificuldade de cada aluno.

“Esse método vem para somar no trabalho desenvolvido pelo município na Educação Especial, melhorando as chances de evolução do aprendizado e, com isso, de inclusão dos alunos com dificuldades de aprendizagem”, completou a secretária Mauriza Lima.

Visualizar imagens Flickr