Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Secretaria de Saúde é novamente parceira do Sesc na campanha “Aqui o Mosquito Não Entra”

Compartilhar:
25 de jan de 2023 Covisa
Imagem Secretaria de Saúde é novamente parceira do Sesc na campanha “Aqui o Mosquito Não Entra”
Secretaria de Saúde é novamente parceira do Sesc na campanha “Aqui o Mosquito Não Entra”

Umuarama venceu a primeira e foi vice na segunda edição da ação coordenada pelo Sesc Paraná para eliminar focos do mosquito da dengue


A terceira edição da campanha “Aqui o Mosquito Não Entra”, uma iniciativa do Sesc (Serviço social do Comércio) Paraná, foi lançada na manhã desta quarta-feira (25) e novamente terá apoio e parceria da Vigilância em Saúde Ambiental da Secretaria de Saúde em Umuarama. O objetivo é somar forças com toda a população na eliminação de focos e criadouros do mosquito transmissor da dengue (Aedes aegypti).

A ação, conforme explica Thais Mariane Santos, gerente do Sesc local, também distribui uma série de prêmios para pessoas, grupos ou instituições que conquistar mais pontos. “Abrimos as inscrições hoje e agora quem quiser participar pode se inscrever até o dia 29 de maio. Em 2021 Umuarama ficou em primeiro lugar, em 2022 foi Medianeira. Este ano estamos na expectativa, porém sempre nesse foco de lutar contra a dengue, uma doença que perigosa que pode inclusive levar à morte”, alerta.

Para participar da campanha é preciso baixar o aplicativo do Sesc Paraná no celular e registrar as ações realizadas, que vão acumulando pontos. “A campanha também inclui ações educativas, com a divulgação de informações sobre medidas de prevenção, como identificar potenciais criadouros do agente transmissor e sintomas da doença. A participação vem crescendo desde a primeira edição, o que mostra que as ações educativas podem impulsionar mudanças importantes na promoção à saúde e bem-estar da população”, disse.

Em 2021, 249 municípios participaram e em 2022 foram 284 (um aumento de 14%). “Quanto ao número de pessoas que se cadastraram, em 2021 foram 3.128 e em 2022 foram 5.764 – aumento de 84%. Já com relação à quantidade de focos eliminados, em 2021 foram 108.551 e em 2022 foram 259.227, ou seja, um aumento de 139%. Esperamos que este ano os números sejam ainda mais expressivos”, afirmou Renata Luzia Ferreira, coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental.


 

REGULAMENTO COMPLETO, clique aqui.

 

Visualizar imagens Flickr