Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Com dedicação da população, nenhum caso de dengue foi registrado em Umuarama nos últimos 15 dias

Compartilhar:
16 de ago de 2021 Covisa
Imagem Com dedicação da população, nenhum caso de dengue foi registrado em Umuarama nos últimos 15 dias
Com dedicação da população, nenhum caso de dengue foi registrado em Umuarama nos últimos 15 dias

Nenhum caso de dengue foi registrado em Umuarama nos últimos 15 dias, de acordo com o Informe Técnico emitido pela Vigilância em Saúde Ambiental. A Semana Epidemiológica, que vai de 1 a 14 de agosto, informa que houve 10 notificações neste período, sendo que sete casos já foram descartados e três seguem em investigação ou à espera de resultados dos exames laboratoriais.

O mapa de classificação de risco da doença na cidade está azul, o que significa nenhum caso confirmado pelo Sinan (Sistema de Informações de Agravos de Notificações), Setor de Vigilância Ambiental do Ministério da Saúde. “A tabela indicativa tem o azul para ‘sem casos confirmados’, verde para ‘baixa incidência’ (de zero a um caso a cada mil habitantes), amarelo para ‘em alerta’ (de um a três casos por mil habitantes) e vermelho para ‘em surto’ (mais de três casos por mil habitantes)”, detalha Carlos Roberto da Silva, chefe em Vigilância Ambiental da Prefeitura de Umuarama.

Ele destaca que o trabalho constante dos agentes de combate a endemias, que tanto se dedicam à fiscalização, mas acima de tudo à orientação sobre os riscos da dengue. “A dedicação da população é fundamental nesse processo em que estamos de garantir zero casos de dengue em uma cidade do porte de Umuarama. Inclusive, vale registrar que a Vigilância Ambiental iniciou hoje (16) um novo Liraa, que é o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti. O trabalho será encerrado na próxima sexta-feira (20)”, relatou.

Silva destaca, porém, que nunca é demais frisar que a dengue é uma doença que pode ser fatal e que a responsabilidade de cada um dos cidadãos é grande para eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti, responsável por transmitir dengue, zykavírus e febre chicungunya. “Bastam cinco minutos por dia para garantir um quintal livre de focos de água parada”, finaliza.