Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Rede hospitalar e Creas/Cram discutem integração do antedimento à mulher

Compartilhar:
23 de set de 2022 Assistência Social
Imagem Rede hospitalar e Creas/Cram discutem integração do antedimento à mulher
Rede hospitalar e Creas/Cram discutem integração do antedimento à mulher

Assistentes sociais e psicólogas atuantes nos hospitais Nossa Senhora Aparecida, Cemil e Norospar, bem como na Unidade de Pronto Atendimento e no Centro de Referência em Atenção Materna e Infantil (CRMI), reuniram-se no Hospital Uopeccan, na última quinta-feira, 22, para tratarem sobre questões relacionadas ao fluxograma de atendimento comum entre as secretarias municipais de Assistência Social e de Saúde.

A reunião aconteceu a convite da assistente social Neide Alves Siqueira, atuante na Uopeccan, e contou com as presenças da coordenadora do Creas/Cram (Centro de Referência em Atendimento à Mulher), Aline Moreno de Camargo, e da chefe da Divisão Especial da Mulher, Marcia Cristina de Souza, que representaram a secretária municipal da Assistência Social, Adnetra Vieira dos Prazeres Santana.

“Além de contribuirmos com sugestões para melhorar o atendimento, discutimos ações para agilizar o andamento dos casos apresentados pelos usuários dos referidos serviços, prestados na esfera da assistência social”, disse Marcia Cristina.

O Creas/Cram é um órgão ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social onde é prestado total apoio, escuta e acompanhamento de mulheres vítimas de violência doméstica que procuram pelo atendimento ou que são encaminhadas para o serviço. O acompanhamento tem como objetivo fortalecer a mulher em situação de violência doméstica, a fim de que ela consiga romper o ciclo da opressão ao qual está inserida.

“Para isso, além de acompanhamento psicológico e necessária a articulação com outros órgãos da rede socioassistencial ou fora dela, como a questão da saúde e a inserção no mercado de trabalho por exemplo”, acrescentou. Ressalta-se, ainda, o trabalho de prevenção e as diversas campanhas realizadas durante o ano para divulgar o trabalho desenvolvido no Creas/Cram e assegurar os direitos das mulheres para o pleno exercício da cidadania.

No ano passado foram atendidas pelo serviço 120 mulheres vítimas de violência e em 2022 foram 80, apenas no primeiro semestre. O Creas/Cram fica na rua Ceará, 5476, Zona II, e os telefones de contato são o (44) 2020-6151 e o 98451-1135.