Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Produtores familiares da Cooperu entregarão produção de forma escalonada

Compartilhar:
10 de ago de 2022 Agricultura
Imagem Produtores familiares da Cooperu entregarão produção de forma escalonada
Produtores familiares da Cooperu entregarão produção de forma escalonada

A Secretaria Municipal da Agricultura, a Cooperativa dos Pequenos Produtores Rurais de Umuarama (Cooperu) e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR) se reuniram nesta terça-feira, 9, no anfiteatro da Prefeitura, para planejar a produção de hortaliças a fim de garantir a oferta de produtos para as instituições atendidas pelo município e, da mesma forma, assegurar mercado e preços atrativos para os produtores.

O planejamento é uma novidade proposta pelo secretário municipal da Agricultura, Murilo Teixeira, muito bem recebida pelos cooperados. A cooperativa conta com cerca de 120 agricultores familiares inscritos e 53 participaram da reunião. “Outros produtores poderão aderir nas próximas semanas e entrar no planejamento estabelecido. Queremos atender o maior número possível, mas o compromisso precisa ser firmado agora”, explicou.

No encontro foram definidos quais grupos de produtores vão plantar determinadas culturas, o volume que será produzido, o escalonamento dos períodos de entrega e até mesmo o preço que será pago aos agricultores. “Para isso foi decidido firmar um contrato, que é a garantia de preço aos produtores e de entrega das hortaliças ao município”, acrescentou o agrônomo Gilmar Antônio Pauli, do IDR-PR.

A produção será destinada aos mercados institucionais atendidos pela cooperativa – a merenda escolar, o Banco de Alimentos, o Sacolão do Produtor e futuramente o Restaurante Popular. Foram acertados detalhes sobre a entrega de 31 produtos diferentes e os produtores se dividiram conforme as aptidões de cada um. As entregas à cooperativa também foram programadas em um cronograma para que haja alimentos o ano todo.

Antes desse planejamento o processo era mais informal. O produtor chegava na cooperativa com sua mercadoria e a equipe encontrava uma forma de vender a produção. “Funcionava, mas de uma forma meio desordenada, solta. Agora teremos mais transparência, segurança e muito mais tranquilidade para prever o que vai acontecer e não haver desabastecimento, principalmente na merenda escolar”, explicou Murilo Teixeira.

O presidente da Cooperu, Ademir Ragazi, destacou que a grande diferença desse sistema de trabalho é que os produtores foram integrados no planejamento da produção, junto com a assistência técnica da Prefeitura e do IDR. “Além da orientação dos agrônomos e da garantia de preço, eles terão a compra certa e os pontos de recebimento definidos”, comentou.

Com a determinação do prefeito Hermes Pimentel, o município fornecerá insumos para assegurar a produção. “A Secretaria de Agricultura está doando cavaco, assistência técnica e uma série de suportes para o desenvolvimento dos agricultores associados e o crescimento da cooperativa, e com a evolução do setor produtivo o município também tem muito a ganhar”, completou o secretário.

A reunião teve ainda a presença do agrônomo Ednilson Simoni, do IDR-PR, e também foi marcada pela apresentação do grupo atual de servidores da Secretaria da Agricultura, aos produtores presentes – foram incorporados agentes para tratar de setores específicos como a sucessão familiar na agricultura e a implantação do Selo de Inspeção Municipal (SIM).

Visualizar imagens Flickr