Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Pimentel é entrevistado por alunos do Colégio Hilda Kamal

Compartilhar:
4 de abr de 2022 Administração
Imagem Pimentel é entrevistado por alunos do Colégio Hilda Kamal
Pimentel é entrevistado por alunos do Colégio Hilda Kamal

Um grupo de 20 alunos do Ensino Médio do Colégio Estadual Professora Hilda Trautwein Kamal, esteve no gabinete do prefeito Hermes Pimentel na manhã desta segunda-feira 94). O objetivo da visita foi para entrevistar o Chefe do Executivo sobre o tema Política e Cidadania, dentro de projeto idealizado pela professora Sandra Regina Furlan.

Pimentel elogiou a iniciativa e respondeu a todas as perguntas formuladas pelos estudantes, esclarecendo várias situações que envolvem a administração do município. O bate-papo foi iniciado pela aluna Thayná, que leu o texto “O Analfabeto Político”, de Bertold Brecht: “Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do remédio etc. depende das decisões da política”. O prefeito acrescentou que este é o tipo que mais cobra. “Ele não tem conhecimento da máquina administrativa e culpa os gestores por tudo, sem saber exatamente do quê”, pontuou.

João Lucas perguntou sobre transporte coletivo urbano e Pimentel relatou sobre a situação enfrentada junto à Viação Umuarama, afirmando que ‘estamos tomando atitudes e preparando novas ações para resolver essa situação, que está insustentável’. Leonardo questionou sobre o destino da antiga Rodoviária, ao que foi informado e apresentado a projetos para revitalização do local. “O que a maior parte da população não sabe é que aquele prédio não pertence à Prefeitura. Dos 45 espaços existentes, 39 são de particulares, ou seja, 90%. Temos a determinação de comprar esses box para poder fazer algo de concreto”, contou.

João Pedro quis saber se há projeto para aumentar a segurança aos frequentadores do Bosque Xetá (conhecido como Bosque do Índio) e soube pelo prefeito que há uma projeto em andamento que vai repassar a administração daquele espaço para a Paróquia São Francisco de Assis, que pretende abrir trilhas monitoradas para educação ambiental, dentre outras ações. “A Sala Aré já está sendo totalmente refeita e servirá como escritório administrativo do projeto”, relatou.

Outros assuntos abordados foram sobre saneamento básico – a falta de rede de esgoto em bairros e regiões inteiras –, recursos destinados a organizações não-governamentais (ONGs) como a Saau, a questão do piso nacional para professores, a demora na conclusão da escola municipal ao lado do Centro da Juventude e a possibilidade de renovação dos livros da Biblioteca Municipal.

A professora Sandra destacou a importância do encontro. “Conhecer de perto como se dá a administração de um município importante como o nosso é fundamental para a formação da consciência política de nossos jovens, que sabem que o exercício da cidadania sustenta a democracia. Muito obrigado, prefeito, por contribuir para a vida de nossos alunos”, finalizou.


 


 

Visualizar imagens Flickr