Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Pimentel decreta redução de carga horária de servidor responsável por pessoa com deficiência

Compartilhar:
9 de set de 2022 Administração
Imagem Pimentel decreta redução de carga horária de servidor responsável por pessoa com deficiência
Pimentel decreta redução de carga horária de servidor responsável por pessoa com deficiência

O prefeito Hermes Pimentel acaba de sancionar o Decreto 266/2022, que garante a redução do horário de trabalho a todos os servidores públicos de Umuarama para o acompanhamento de familiar para terapias destinadas a pessoas com deficiência. Fundamentado na Lei 8.112, de 1990, a Lei Orgânica Municipal beneficia apenas o trabalhador concursado que necessita de acompanhar cônjuges, filhos ou dependentes.

De acordo com a secretária municipal de Administração, Sara Borges Urbano, a dispensa poderá corresponder até 50% de sua carga horária semanal, distribuída durante os dias de seu expediente regular. “Achar um equilíbrio entre o trabalho e a família pode ser desafiador para muitas pessoas que cuidam de algum familiar com deficiência e, pensando nisso, a administração municipal regulamentou uma carga horária reduzida, sem precisar compensar as horas não trabalhadas”, explicou.

A secretária esclarece que para solicitar o benefício, o servidor deve cumprir uma séria de requisitos, listados do decreto. “A começar pela comprovação documental do vínculo familiar e o laudo médico original. Todo o processo, desde sua solicitação até a aprovação, se dará por meio do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho). O familiar [com deficiência] será avaliado por Junta Médica do Sesmt, que poderá requerer exames complementares ou avaliações complementares por outros médicos especialistas”, detalha.

A assistente social Evilyn Prado, do Sesmt, conta que apenas neste momento, ao menos 20 servidores já buscaram informações para iniciar o processo de solicitação da redução da jornada de trabalho para acompanhamento a consultas, terapias e outros procedimentos. “Nestes ‘primeiros casos’, são mães e pais que têm filhos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) – que dependem de processos terapêuticos, clínicos e educacionais especiais, mas também aqueles com deficiência visual e outras situações”, indica.

Evilyn acrescenta que os processos serão sempre coordenados e conduzidos em parceria entre o Sesmt e a Diretoria de Recursos Humanos. “Caso preencha rigorosamente a todos os requisitos exigidos na legislação, a redução da carga horária será concedida ao servidor sem a necessidade de compensação e sem prejuízo de seus vencimentos, direitos e vantagens. Lembrando que o benefício será sempre concedido analisando possibilitar o menor impacto possível na prestação dos serviços públicos municipais”, pontua.

Alexandre Faker Ribeiro, diretor de Recursos Humanos da Prefeitura de Umuarama, ressalta que após cumprido os parâmetros para a redução da carga horária, o benefício terá duração máxima de 12 meses, podendo ser renovado por igual período. “Porém apenas após nova e atualizada comprovação da necessidade de manutenção da redução, tendo o servidor a obrigação também de manter seu cadastro atualizado com relação a seus dependentes e suas condições física, mental, intelectual ou sensorial destes”, informa, acrescentando que servidores em cargo comissionado não têm direito ao benefício.

O diretor do RH finaliza esclarecendo ainda que têm direito à redução da carga horária os servidores públicos municipais que sejam genitores ou responsáveis legais por pessoa com deficiência. “Entende-se como dependente legal a pessoa com deficiência que, por suas limitações ou incapacidade, dependa, ainda que temporariamente, desse servidor para o desenvolvimento das terapias prescritas referentes à deficiência básica, conforme parâmetros técnicos definidos pelo órgão médico pericial”, finaliza.



 

Acesse o Decreto 266/2022 clicando aqui.