Servidor | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Prefeito e secretário da Habitação pedem construção de moradias ao governador

Compartilhar:
14 de jul de 2017 Infraestrutura
Imagem Prefeito e secretário da Habitação pedem construção de moradias ao governador
Prefeito e secretário da Habitação pedem construção de moradias ao governador

 O secretário municipal da Habitação, Mauro Liutti, e o prefeito Celso Pozzobom entregaram ao presidente da Companhia Habitacional do Paraná (Cohapar), Abelardo Lupion, ofício solicitando a construção de 190 casas populares em Umuarama. O encontro aconteceu no Aeroporto Municipal Orlando de Carvalho, enquanto autoridades locais aguardavam a passagem do governador Beto Richa, em deslocamento pela região.

Na manhã desta sexta-feira, 14, o governador esteve em Umuarama a caminho de Cidade Gaúcha, onde o Estado entregou casas populares para 184 famílias, futuras moradoras do Conjunto Residencial Palmital. “Foi apenas uma passada. O governador e sua comitiva chegaram em um jato de Curitiba e embarcaram de helicóptero com destino a Gaúcha. Mas foi tempo suficiente para reforçamos algumas solicitações do município e entregarmos o ofício pedindo a construção das moradias”, explicou o prefeito Pozzobom.

De acordo com o secretário Mauro Liutti, a Prefeitura conta com terrenos disponíveis para conjuntos habitacionais. “Esse fator é importante para iniciarmos tratativas com a Cohapar. As casas se destinam a famílias carentes que hoje vivem em áreas de proteção permanente – as chamadas APPs – próximo a córregos ou nascentes e em meio a matas que precisam ser preservadas”, disse. Para o prefeito, “a construção dessas moradias proporcionará uma mudança significativa para essas famílias, tanto em questão de saúde e qualidade de vida quanto na preservação do meio ambiente”, justificou Pozzobom.

“O pedido foi de 190 casas, mas o presidente da Cohapar se comprometeu em estudar as possibilidades e nos atender na medida dos recursos disponíveis. Esse foi um primeiro contato e em breve o município e o Estado devem aprofundar as negociações”, acrescentou Mauro Liutti. Acompanharam o encontro a assistente social da Cohapar em Umuarama, Mari Dal Ponte, e a responsável pela área financeira, Célia Rosa Vissoci.

Pozzobom reforçou outros pleitos do município para o governo do Estado, como a liberação de recursos para ampliação do aeroporto e a duplicação da PR-323 – entre Paiçandu e Francisco Alves – principalmente entre o trevo do Posto Gauchão até o entroncamento com a rodovia PR-468, que demanda a Mariluz e Goioerê.

De acordo com o governador, disse o prefeito, o projeto ade Paiçandu ao rio Ivaí está pronto e será o primeiro a ter obras, ainda sem início definido. “Esperamos que mais frentes de trabalho sejam abertas em outros trechos, como aqui em Umuarama até a saída para Mariluz, que vai melhorar o acesso ao aeroporto e trazer mais segurança a um dos pontos mais movimentados da PR-323”, defendeu Celso Pozzobom.