Secretária: Cecília Cividini Monteiro da Silva

E-mail: cecilia@umuarama.pr.gov.br

Telefone: (44) 3639-1900

Horário de Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

A Secretaria Municipal de Saúde é responsável pela estruturação do Sistema Único de Saúde (SUS) no município, através do planejamento, execução, controle e avaliação dos programas e das ações de cuidados com a saúde do indivíduo e da coletividade, atendendo aos princípios do SUS.

A secretaria busca a melhoria da qualidade de vida da população de Umuarama. Sua atuação se dá em três grandes áreas: Atenção Primária, Média e Alta Complexidade e Vigilância em Saúde.

Endereço: Rua Dr. Paulo Pedrosa de Alencar, 4253, Centro – CEP 87501-270

 

Atendimento

Segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30

 

Contato

Telefone: (44) 3639-1900

E-mail: saude@umuarama.pr.gov.br

Ambulatório Municipal de Infectologia

Endereço: Avenida Rio Branco, 4488 (acesso pela Rua Perobal, fundos do CEM)

Telefone: (44) 3906-1033

Responsável: Maria de Lourdes Gianini

Serviços – O Ambulatório de Infectologia é uma clínica ampliada que atende aos seguintes agravos: Infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), HIV/Aids, sífilis, hepatites virais B e C, tuberculose, hanseníase e leishmaniose. Oferece teste rápido às terças-feiras, das 8h às 11h, para HIV/Aids, sífilis e hepatites B e C – se confirmado o diagnóstico é realizado acompanhamento e monitoramento do paciente pelos profissionais do setor; acompanhamento de acidentes de trabalho com exposição a material biológico; acompanhamento de indivíduos que tiveram exposição para HIV/Aids/PEP (Profilaxia pós-exposição) e campanhas.

A porta de entrada do usuário para o Ambulatório de Infectologia é o encaminhamento das UBS (Unidades Básicas de Saúde), hospitais e PAM (Pronto Atendimento Municipal), dentre outras unidades de saúde, assim como usuários com diagnóstico em campanhas pontuais de prevenção. Paralelamente, realiza ações de prevenção e promoção da saúde com atividades coletivas extramuros, atendendo populações em situação de vulnerabilidade; realiza palestras em empresas, escolas, delegacias, clínicas de recuperação, comunidades terapêuticas, hospitais, casas de passagem e no Centro POP.

O Ambulatório de Infectologia conta ainda com a dispensação de insumos às UBS, pontos estratégicos (rodoviária, bares, boates, universidades, pontos de atenção em saúde e outros), através de dispenser de preservativos (dispensação de preservativos masculinos e femininos e de gel lubrificante).

Serviço de Atendimento Psicológico SAP

Endereço: Rua Nicanor dos Santos 4805

Telefones: (44) 3906-1159 e 98402-9642

Psicólogo responsável: Catia Faquinete

Serviços – Tem por objetivo ofertar o atendimento individual e o atendimento em grupo/operativo. A porta de entrada do SAP é a Unidade Básica de Saúde (UBS) do paciente. O SAP atende crianças a partir de 6 anos, adolescentes e adultos.

 

Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS II)

Endereço: Av. Presidente Getulio Vargas 4873

Telefone: (44) 3622-6901

Serviço – Atende prioritariamente pessoas em intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas, e outras situações clínicas que impossibilitem estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida. Serviço prestado por terceiro, por meio da Clínica Psiquiátrica Santa Cruz.

O CAPS II atende pessoas acima de 18 anos.

Centro de Especialidades Médicas (CEM)

Endereço: Av. Rio Branco – 4488 Zona I

Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 17h (sem horário de almoço)

Telefones: (44) 3906-1007 e 3906-1014

E-mail: cem@umuarama.pr.gov.br

Responsável: Carolina Mendonça Felix

Serviços – Atendimentos especializados em Angiologia vascular; Cardiologia; Cirurgia geral; Dermatologia (adulto e infantil); Endocrinologia (adulto e infantil); Fonoaudiologia; Hematologia; Nefrologia (adulto e infantil); Neurocirurgia (adulto e infantil); Neurocirurgia; Nutrição; Oftalmologia; Ortopedia eletiva e ambulatorial; Otorrinolaringologia; Pneumologia; Proctologia; Psiquiatria; Reumatologia; e Urologia.

Centro de Especialidades Odontológicas - CEO

Endereço: Av. Rio Branco, 4488

Telefone: (44) 3006-1050

Serviços – Oferece atendimento aos pacientes encaminhados das Unidades Básicas de Saúde e hospitais para avaliação estomatologia com ênfase em diagnóstico de câncer bucal, serviços de Endodontia - tratamento de canal; Periodontia - tratamento das doenças da gengiva; Cirurgia Oral Menor, exodontia de dentes e remoção de lesões bucais; atendimento a portadores de necessidades especiais e quando não colaborativos o atendimento é realizado em âmbito hospitalar; Prótese dentária - reabilitação oral com prótese total e parcial removível; Ortodontia preventiva - tratamento corretivo e preventivo com aparelho ortodôntico removível em crianças de 6 a 11 anos.

Coordena o trabalho das vigilâncias Ambiental, Epidemiológica, Sanitária e Saúde do Trabalhador.

Endereço: Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4253, 1º piso

Telefone: (44) 3906-1143

 

Atendimento

Segunda as sextas-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Responsável: Maristela de Azevedo Ribeiro

Objetivo

Realizar práticas educativas e capacitações nas ações de Vigilância em Saúde.

Ações

Eventos educativos na comunidade, apresentação de teatro nas escolas, capacitação dos profissionais da área de saúde (setor regulado) à Vigilância em Saúde, integrar as vigilâncias Ambiental e Epidemiológica, comitês, seção de Educação em Saúde; programação dos encontros com divulgação da agenda aos setores envolvidos; e análise de dados para intervenção.

Contato

Telefone: (44) 3906-1145, ramal 1955

Coordenador – Carlos Roberto da Silva

Telefones: (44) 3906-1143 e 9-8457-1254

 

A Vigilância em Saúde Ambiental tem como objetivo focar no combate e controle de vetores, especialmente os transmissores de dengie, zica vírus, chikungunya e febre amarela, e também no trabalho de conscientização da população sobre os riscos de contraírem tais doenças.

Na esfera da conscientização dos riscos à saúde, a vigilância atua com parcerias nas escolas públicas e privadas, levando palestras e teatros de fantoches, e realiza ainda monitoramentos com drone para controle de primatas não humanos (prevenção do risco de aparecimento da febre amarela) e busca de criadouros de difícil acesso em apoio aos agentes de combate a endemias.

 

Dengue

Os agentes que combate a dengue são formados pela equipe de ACE – Agentes de Combate a Endemias, que atua no setor da Vigilância Ambiental e faz parte da Secretaria Municipal de Saúde. A estratégia de combate aos vetores está diretamente ligada as visitas domiciliares dos agentes, especialmente na informação, eliminação de criadouros e captura de larvas do mosquito para detectar o grau de infestação das localidades.

A vigilância também conta com uma equipe de agentes treinada para o trabalho de fiscalização em pontos estratégicos – ferros-velhos, borracharias, coletores de materiais recicláveis e acumuladores de materiais inservíveis. Mantém ainda uma equipe de coleta, manejo e busca ativa de animais peçonhentos – especialmente escorpiões, cobras e aranhas, dentre outros.

 

Projeto Orquídeas

Esta é uma grande ação dos agentes de endemias contra a dengue, que visa plantar orquídeas nos ocos das árvores e consequentemente eliminar possíveis criadouros dos mosquitos.

 

VigiAgua

Trabalho voltado à análise da água potável, consumida pela população do município, feito semanalmente pelos agentes da Vigilância Ambiental para detectar problemas na qualidade da água.

A Vigilância Epidemiológica trabalha com programas que premitem acompanhar a situação de saúde e doença da população, tais como:

Sinan – Programa de Notificação de Agravos de Notificação

Sinasc – Sistema de Informação de Nascidos Vivos, que registra todos os nascimentos que ocorrem no município. Por intermédio desses registros é possível subsidiar as intervenções relacionadas à saúde da mulher e da criança em todos os níveis do Sistema Único de Saúde (SUS), com ações de atenção à gestante e ao recém-nascido. O acompanhamento da evolução das séries históricas permite a identificação de prioridades de intervenção, o que contribui para efetiva melhoria do sistema.

SIM – Sistema de Informação sobre Mortalidade, criado pelo Ministério da Saúde em 1975 para a obtenção regular de dados sobre mortalidade no país. A partir da criação do SIM foi possível a captação de dados sobre mortalidade de forma abrangente e confiável, para subsidiar as diversas esferas de gestão na saúde pública. Com base nessas informações é possível realizar análises de situação, planejamento e avaliação das ações e programas na área. O SIM proporciona a produção de estatísticas de mortalidade e a construção dos principais indicadores de saúde. A análise dessas informações permite estudos não apenas do ponto de vista estatístico e epidemiológico, mas também sócio demográfico.

Programa Nacional de Imunização (PNI) – O programa é uma referência internacional de política pública de saúde. O país já erradicou, por meio da vacinação, doenças de alcance mundial como a varíola e a poliomielite (paralisia infantil). A população brasileira tem acesso gratuito a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Coordenadora: Laís Bonetti Rubini

Telefones: (44) 3639-1900, ramais 1921 e 1931

O Calendário Nacional de Vacinação contempla não só as crianças, mas também adolescentes, adultos, idosos, gestantes e povos indígenas. Ao todo, são disponibilizadas 19 vacinas para mais de 20 doenças, cuja proteção inicia ainda nos recém-nascidos, podendo se estender por toda a vida.

  • BCG – Bacilo Calmette-Guerin (previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea) - dose única;

  • Hepatite B (previne a hepatite B) - dose ao nascer;

  • Penta (previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B) – 3 doses;

  • Vacina Poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) – VIP (previne a poliomielite) – 3 doses;

  • Pneumocócica 10 Valente – conjugada (previne a pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 2 doses mais um reforço aos 12 meses

  • Rotavírus humano (previne diarreia por rotavírus) – 2 doses

  • Meningocócica C – conjugada (previne Doença invasiva causada pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – 2 doses mais um reforço aos 12 meses e outro de 11 a 14 anos de idade;

  • Febre Amarela (previne a febre amarela) – dose única;

  • Tríplice viral (previne sarampo, caxumba e rubéola) – 2 doses até 29 anos e 1 dose de 30 a 49 anos;

  • DTP (previne a difteria, tétano e coqueluche) – 2 doses como reforço da pentavalente;

  • Vacina Poliomielite 1 e 3 (atenuada) – VOP (previne poliomielite) – 2 doses como reforço da VIP;

  • Hepatite A – uma dose

  • Tetra viral (previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora) – Uma dose como reforço do tríplice viral;

  • Varicela atenuada (previne varicela/catapora) – uma dose

  • HPV (previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais) – 2 doses (seis meses de intervalo entre as doses)

  • Dupla Adulto (dT) (previne difteria e tétano) – Reforço a cada 10 anos;

  • Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 1 dose (a depender da situação vacinal anterior) - (está indicada para população indígena e grupos-alvo específicos)

  • Influenza – Uma dose para os grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde;

  • dTpa  (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) – (previne difteria, tétano e coqueluche) – Uma dose a cada gestação a partir da 20ª semana de gestação ou no puerpério (até 45 dias após o parto)

  • Hepatite B – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior).

Endereço: Rua Paulo Pedrosa De Alencar

Telefones: (44) 2031-0466 e 98404-6874

Enfermeira responsável: Michelle Aparecida De Siqueira

Serviços

Especialidades de ginecologia, obstetrícia, mastologia e pediatria

Equipe com nove pediatras, cinco ginecologistas, quatro gineco-obstetras, mastologista, enfermeira, auxiliares de enfermagem, nutricionista, serviços gerais e estagiários.

Tratamentos oferecidos: consultas de ginecologia, pediatria, mastologia, pré-natal, exame de colpocitologia oncótica; inserção de DIU; colposcopia; exerese de verrugas e pólipos; Caff; cauterização química; cauterização física; e atendimentos a todas as alterações de citologia oncótica

Endereço: Travessa Euclides Pelacani, prédio do antigo Fórum

Telefone: (44) 3906-1192

Responsável: Camila Bertolin de Oliveira

Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30, com retirada de senha até as 10h45; e das 13h30 às 17h, com retirada de senha até as 16h15.

Serviços – A Central Farmacêutica realiza dispensação de medicamentos.

Cecília Cividini Monteiro da Silva

Secretária Municipal da Saúde

E-mail: cecilia@umuarama.pr.gov.br

 

Breve currículo

Graduada em Enfermagem e Obstetrícia pelo Centro de Estudos Superiores de Londrina (1993)

Mestre em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica

Instrutora e responsável técnica do Curso de Enfermagem no Senac/Umuarama

 

Equipe

Renata Figueiredo Campagnole de Oliveira – Diretora de Saúde

Elizeu Ampessan – Diretor de Atenção Primária

Maristela de Azevedo Ribeiro – Chefe de Divisão da Vigilância em Saúde

Eliane Trentini Pagnussat – Chefe de Divisão de Média e Alta Complexidade

Maria Jose Roque Simões – Chefe de Divisão Tratamento Fora do Domicilio (TFD)

Edilson Rodrigues Albuquerque – Chefe de Divisão de Gestão, Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria

Catia Rafaela Faquinete – Chefe de Divisão da Rede de Saúde Mental

Bruna Fátima Pinheiro Pereira – Chefe de Divisão do Pronto Atendimento

Fabio Eduardo Parmegiani – Chefe de Divisão de Frota

Unidade de Saúde destinada ao atendimento de casos graves, urgências e emergências.

Atendimento

Todos os dias, das 7h às 23h, incluindo finais de semana e feriados (em breve, atendimento 24h em novo endereço).

Endereço: Avenida Rio Branco, 4464 (em breve, na Avenida Dr Angelo Moreira da Fonseca, s/n)

Telefones: (44) 3906-1011 e 3906-1067

Responsável: Bruna Pinheiro