Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Ciclovia da Av. Ângelo Moreira da Fonseca recebe os últimos serviços

Compartilhar:
11 de jan de 2021 Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos
Imagem Ciclovia da Av. Ângelo Moreira da Fonseca recebe os últimos serviços
Ciclovia da Av. Ângelo Moreira da Fonseca recebe os últimos serviços

Está bem próximo da conclusão a ciclovia construída pela Prefeitura de Umuarama na Avenida Dr. Ângelo Moreira da Fonseca, entre a rodovia PR-323 (trecho do Posto Gauchão) e a antiga Praça Odete Mossurunga (entroncamento com a Guanabara e Ivo Sooma). A obra, iniciada no final de julho, já tem todo o calçamento em concreto finalizado, está recebendo reposição de grama em alguns trechos e nos próximos dias será erguido o último bicicletário, com área para descanso e bancos para os ciclistas.

Esta é a primeira ciclovia construída na gestão do prefeito Celso Pozzobom. Outra obra do gênero está em construção por praticamente toda a extensão da Avenida Rio Grande do Norte e ciclofaixas também serão implantadas na Avenida Francisco Inácio de Lira (entre a Ivo Sooma e a Rio Grande do Norte) e também na Tiradentes, da PR-323 até a Praça Gastão Vidigal, no início da Avenida Londrina.

“Estamos criando uma nova opção para a mobilidade urbana, com agilidade e segurança aos usuários, em regiões bem movimentadas da cidade”, comentou o prefeito Celso Pozzobom. “Construiremos vários quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, abrindo um novo modal para o deslocamento de trabalhadores e estimulando a prática do ciclismo, permitindo passeios seguros de bicicleta para toda a família”, acrescentou.

O investimento na ciclovia da Dr. Ângelo Moreira é de R$ 432 mil 634,95. “Esta possibilidade de locomoção é bem aguardada pela população, tem aderido ao transporte de bicicleta e às pedaladas por lazer ou atividade física. Nossa geografia não é muito propícia, mas onde há espaço e áreas mais planas, vamos investir nessa modalidade”, completou Pozzobom.

A ciclovia em concreto tem 3.515,22 m². “São 1.170 m de extensão por 3 m de largura, bem sinalizados e com pintura acrílica em vermelho para identificar bem o espaço dos ciclistas”, informou o secretário de Obras, Planejamento Urbano, Projetos Técnicos e Habitação, Isamu Oshima. “Já na Francisco Inácio de Lira será uma ciclofaixa com pouco mais de 500 m de extensão por 3 m de largura, sobre a pista de rolamento, identificada em vermelho e protegida por tachões refletivos, totalizando 1.504,75 m²”, completou.

Já na Rio Grande do Norte, são duas pistas no canteiro central com 4,3 quilômetros de extensão em concreto, totalizando 12.937,83 m², no trecho da Francisco Inácio de Lira até a Av. Tapuia, próximo da Avenida Portugal – que já conta com uma ciclovia entre a Guarda Mirim e o trevo da PR-482, nas proximidades o futuro shopping. O investimento previsto é de R$ 1,4 milhão.

BOSQUE DOS XETÁ

As obras de revitalização do Bosque dos Xetá também incluem uma pista exclusiva para ciclistas com 1,5 mil metros de extensão, margeando a mata na Rua do Bosque e em trechos das avenidas Governador Parigot de Souza e Presidente Castelo Branco. O objetivo desses investimentos é dar uma opção segura para as pessoas que podem se deslocar de bicicleta ao trabalho – deixando o carro na garagem e amenizando o trânsito – e também para quem procura uma atividade física.

“Nosso Plano de Mobilidade Urbana prevê investimentos desta natureza para reduzir o número de veículos em circulação e o município vai oferecer cada vez mais essa opção. Espero que os umuaramenses valorizem a ideia e a utilizem em seu dia a dia, para o bem de todos”, emendou Pozzobom. Nessas obras o município utiliza recursos do Ministério das Cidades/Caixa Econômica Federal e do Contrato de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

Visualizar imagens Flickr