Prefeitura
    Ajuda e Serviços
    Serviços
    Fale Com a Prefeitura
  • (44) 3621-4141
  • Atendimento ao Publico, Dúvidas, reclamações e sugestões.
    Fique Bem Informado
  • Receba em sua caixa de mensagem tudo que está acontecendo em nossa cidade.
  • (*)Nome
  • (*)E-mail
  • Cadastrar
  • Enviando aguarde...
    Você está em: Notícias
  • 01/11/2018
  • Umuarama avança entre as melhores cidades brasileiras para se investir
  • Categoria: Indústria, Comércio e Turismo
  • Pelo terceiro ano consecutivo, a posição de Umuarama melhorou entre as melhores cidades do Brasil para se fazer negócios. Em 2018, conforme levantamento a consultoria Urban Systems publicado na edição de outubro da revista “Exame”, a Capital da Amizade saltou da 54ª para a 51ª posição em todo o país. Com o título “Cidades – Não dá para se acomodar”, a publicação mostra as que aprimoraram a gestão ano após ano e estão entre as melhores para se fazer negócio. “A receita inclui planejamento de longo prazo e não se contentar com os resultados alcançados”, aponta.

    Tanto as metrópoles como os centros menores, no interior do Brasil, tem planejado melhor o desenvolvimento e estabelecido metas de longo prazo, perfil que tem melhorado o potencial de desenvolvimento e de retorno para investimentos realizados nesses 100 municípios despontam no levantamento. No ano passado, Umuarama havia avançado 20 posições (no comparativo com 2016) entre as cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. O ranking de 2018 continua com nove cidades do Paraná entre as 100 melhores do país, porém houve mudanças.

    Entre as paranaenses, Curitiba aparece na 7ª posição, Maringá é a 9ª, Cascavel surge como a 23ª, Londrina ocupa o 40º lugar e Toledo o 43º. Na 51ª posição, Umuarama aparece à frente de Araucária (69ª), Guarapuava (77ª) e Foz do Iguaçu (86ª). No ranking deste ano, São José dos Pinhais e Ponta Grossa (99ª e 100ª em 2017) deixaram o grupo das 100 melhores cidades do país. A Capital da Amizade entrou no ranking em 2014, ocupando a 86ª colocação (e a 9ª entre as cidades paranaenses). Nos anos seguintes a cidade subiu para a 74ª e para a 54ª posições, chegando agora ao 51º posto.

    O avanço nesta avaliação se deve a fatores, na avaliação do prefeito Celso Pozzobom, como o volume de investimentos públicos em obras de infraestrutura. “Os recursos que conseguimos aplicar na cidade, desde 2017, já mostram resultados. Estamos com 52 obras em andamento e recursos assegurados para grandes intervenções que planejamos implantar, a fim de melhorar a mobilidade urbana e a infraestrutura para atrair indústrias e empresas, gerar empregos e desta forma alimentar o ciclo de crescimento que a cidade experimenta nos últimos anos”, afirmou o prefeito.

    A elaboração desse ranking leva em conta 28 indicadores como sociodemografia, economia, saúde, educação, finanças, transportes e infraestrutura, com peso atribuído conforme a importância – por exemplo PIB per capita e despesas per capita em saúde, ofertas de ensino superior, depósitos bancários, linhas de financiamento e finanças públicas municipais, entre outros.

    “O resultado é mais significativo se considerarmos que entre as 100 há apenas 26 cidades dos Estados do Sul e apenas nove do Paraná. Umuarama está num grupo em que 26% dos trabalhadores formais contam com ensino superior e a renda média é de R$ 3.319,00. A renda per capita (R$ 44.173,00) situa-se bem acima da média nacional e a despesa per capita com saúde chega a R$ 793,00”, acrescentou o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Douglas Bácaro.

    SAÚDE MELHOR

    Na saúde, Umuarama registra um dos maiores avanços nos últimos dois anos. Com o empenho do prefeito e o apoio do deputado federal Osmar Serraglio, o teto de repasses para custeio foi elevado, aliviando a aplicação de recursos livres do município para completar as despesas do setor: serão R$ 4,8 milhões a mais por ano do Ministério da Saúde (R$ 400 mil a mais, por mês). Até então, o Fundo Municipal de Saúde recebia mensalmente R$ 2,2 milhões. “O investimento obrigatório em saúde (15% das receitas livres) chega às vezes aos 30% em Umuarama, com isso conseguimos reduzir as filas de espera para consultas com especialistas. Com apoio dos nossos parlamentares, conseguimos terminar um posto que estava parado, reformar, ampliar e equipar outras unidades e adquirir uma verdadeira frota de veículos especializados para o atendimento e transporte de pacientes, tanto na sede quanto nos distritos”, avaliou o prefeito.

    De janeiro a outubro, a Secretaria de Saúde realizou mais de 80 mil consultas médicas nas Unidades de Saúde (UBS), clínicas de apoio e Estratégia Saúde da Família (ESF). O Pronto Atendimento (PA) acrescenta outros 50 mil atendimentos, com alto índice de satisfação, somando mais de 130 mil consultas realizadas. As consultas com especialistas passam de 25 mil no período, com destaque para cirurgia geral, endocrinologia, oftalmologia, ortopedia e urologia, em um total de 17 especialidades.

    INCENTIVOS E OBRAS

    Entre as ações do governo municipal que contribuíram para este avanço, o prefeito destaca a política de incentivos para atração de empresas e indústrias, obras de pavimentação, recape asfáltico, implantação de galerias pluviais, reforma e ampliação do aeroporto para a instalação de linha aérea regular, retomada de obras inacabadas da gestão anterior – como a nova rodoviária, o Centro de Eventos, postos de saúde e escolas municipais, e melhorias estruturais nos distritos.

    “Por outro lado, estamos contribuindo para a qualificação dos trabalhadores através de cursos gratuitos, treinamentos e orientações por meio da Agência do Trabalhador, inventivo à abertura de novas empresas, formalização de negócios e empreendedorismo por meio da Casa do Empreendedor, Banco do Empreendedor e demais parceiros, como Senac, Sesi e Sebrae, muito atuantes na formação de profissionais qualificados”, acrescentou o prefeito. 

    Pozzobom aponta ainda os esforços para consolidar o crescimento, o planejamento urbano, o plano de mobilidade em discussão, para eliminar ou minimizar gargalos logísticos, e a valorização das indústrias e empresas já instaladas. “Buscamos condições para que os empresários possam expandir seus negócios, com todo o cuidado na gestão fiscal e utilização dos recursos públicos, mas o desenvolvimento também depende de fatores externos, como a situação econômica nacional e os investimentos do setor privado”, disse o prefeito.

    CRESCIMENTO

    O desempenho econômico de Umuarama tem dado esta confiança e os investimentos estão aparecendo, acrescentou, referindo-se à expansão de redes de comércio já estabelecidas na cidade e ao interesse constante de outros grupos. “Nesta semana, mesmo recebemos emissários de dois grandes grupos que pretendem se instalar na cidade e podemos dizer que as conversas estão bem adiantadas”, revelou.

    Uma administração pública equilibrada e ousada nos investimentos gera um cenário positivo para os investimentos privados. “A Prefeitura cuida bem da cidade, melhora a sua infraestrutura, oferecendo incentivos e boa qualidade de vida, e encara como desafios a serem superados os gargalos existentes, para tornar a cidade mais atrativa. Em breve teremos acessos duplicados na saída para Maria Helena, na ligação ao Conjunto Sonho Meu, a revitalização da Avenida Tiradentes e a nova entrada pelo Jardim Espanha, já em fase de conclusão. Tudo isso contribuirá ainda mais para seguirmos avançando entre as melhores cidades do país”, concluiu Celso Pozzobom.

     

    Fotos: clique aqui

    Crédito: Tiago Boeing/ PMU

Avenida Rio Branco, 3717 - CEP 87501-130 - Umuarama - Paraná - Fone: (44) 3621 4141 / Fax: 3622 8661