Prefeitura
    Ajuda e Serviços
    Serviços
    Fale Com a Prefeitura
  • (44) 3621-4141
  • Atendimento ao Publico, Dúvidas, reclamações e sugestões.
    Fique Bem Informado
  • Receba em sua caixa de mensagem tudo que está acontecendo em nossa cidade.
  • (*)Nome
  • (*)E-mail
  • Cadastrar
  • Enviando aguarde...
    Você está em: Notícias
  • 20/03/2017
  • Falta a consultas atrasa atendimento com especialistas e causa prejuízo
  • Categoria: Saúde
  •  Apesar da quantidade de consultas com médicos especialistas ainda estar abaixo da demanda represada nos últimos meses, a Secretaria de Saúde de Umuarama tem se esforçado para reduzir o tempo de espera dos pacientes e agilizar o atendimento. Os resultados só não são melhores porque muitas pessoas deixam de comparecer às consultas agendadas, tirando a oportunidade de outros pacientes serem atendidos. A desistência também representa prejuízo financeiro para o município, porque as consultas agendadas são pagas – mesmo que o paciente não apareça para o atendimento.

    Esse é um dos problemas que a secretária Cecília Cividini tem se desdobrado para resolver. “Nós temos funcionários da Secretaria de Saúde telefonando aos pacientes para confirmar as consultas e mesmo assim, cerca de 17% deixa de comparecer no dia marcado. Como só ficamos sabendo dessa ‘desistência’ no momento da consulta, não é possível encaixar outro paciente”, lamentou.

    A atitude é vista pela secretária com uma falta de responsabilidade. “Entendemos que a espera é longa em algumas especialidades. E muita gente que precisa da consulta com certa urgência está aguardando na fila. É uma tremenda falta de respeito com essas pessoas e um hábito que prejudica o nosso planejamento, além de dificultar a contratação de mais médicos”, disse a secretária.

    O prefeito Celso Pozzobom também lamentou essa prática. “A Prefeitura faz um esforço tremendo para contratar médicos, gerenciar o atendimento e organizar o setor, e destina uma das maiores fatias do orçamento para a Saúde, e quando chega o dia da consulta muitos pacientes simplesmente não aparecerem. É uma atitude lastimável e prejudicial ao sistema, como um todo”, criticou.

    Pozzobom pediu bom senso, por parte dos pacientes. “Precisamos da compreensão da população e mais ainda do comprometimento dos pacientes com agendamento. Se a desistência for comunicada com antecedência, talvez possamos encaixar outros pacientes na vaga e assim reduzir o tempo de espera”, orientou o prefeito.

    Os números de fato são incômodos. Entre 1º de janeiro e 14 de março, a Secretaria da Saúde disponibilizou 10.394 consultas com médicos especialistas, que foram agendadas e custaram R$ 191 mil aos cofres públicos. Desse total, 1.779 pacientes (17,2% do total) deixaram de procurar o médico para consulta ou reconsulta, causando um prejuízo de R$ 29.288,00.

    Essas consultas poderiam ser remanejadas para igual número de pacientes que estão na fila à espera de atendimento, caso os desistentes comunicasse a secretaria. Mas isso não acontece. O normal é o paciente que perdeu a consulta aparecer dias depois, solicitando uma nova data”, explicou Cecília Cividini. secretaria tem controle sobre as faltas e, caso não tenha uma justificativa plausível, o paciente faltoso voltará para o final da lista de espera se ainda precisar da consulta.

    No mesmo período do ano passado, o prejuízo foi bem maior – 2.291 pacientes deixaram de aparecer na data agendada para a consulta, e a ‘conta’ dessa conduta atingiu R$ 59.413,00. No período, a Secretaria da Saúde agendou 16.024 consultas com médicos especialistas, ao custo de R$ 395.442,00.

Avenida Rio Branco, 3717 - CEP 87501-130 - Umuarama - Paraná - Fone: (44) 3621 4141 / Fax: 3622 8661